Classivendas
Em cima da hora:
UPE abre inscrições para cursos de idiomas e informática nesta segunda
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Confira a premiação da Meia Maratona União Médica

    Premiação em dinheiro somente na prova principal de 21 km
    06.05.2017 21h11m
    Recomendar



  • Corre, corre, vai aumentar!

    Adianta o passo e vai a um dos pontos de venda: - balcão central mix Boulevard shopping - sede Jornal Folha do Estado - União Médica Pça Kalilandia - www.corridadefeira.com.br
    02.05.2017 08h38m
    Recomendar



  • Você já pode conferir a camisa da Meia Maratona União Médica

    A camisa já está exposta no quiosque da Central Mix no Boulevard Shopping e em outros pontos de venda. Lembrando que dia 05 têm virada de preço
    01.05.2017 09h37m
    Recomendar



  • Aproveite para garantir sua inscrição para Meia Maratona de Feira União Médica antes do aumento.

    Inscrições Limitadas
    30.04.2017 08h35m
    Recomendar



  • Equipe de corrida vem com time completo para 1ª Meia Maratona União Médica

    A atleta Ediane Pires é uma das principais atletas da equipe Renato Maia Treinamento Individualizado
    29.04.2017 22h30m
    Recomendar
    Equipe de corrida vem com time completo para 1ª Meia Maratona União Médica
    Fotos: Alberto Rezak

    Feira de Santana se prepara para receber no dia 4 de junho, a Primeira Meia Maratona União Médica 21 km, evento que acontece paralelamente a 4ª Corrida de Feira, que terá percurso de 5 km e 10 km. O sucesso das edições anteriores da Corrida de Feira, atrelado a inserção da 1ª Meia Maratona no calendário esportivo feirense tem atraído a participação de diversos grupos de corrida por todo estado.

    Como é o caso de um dos principais grupos de corrida de Salvador, a equipe Renato Maia Treinamento Individualizado, coordenado pelo consultor de corrida e atleta Carlos Renato Maia. Renato Maia, como é mais conhecido tem 41 anos, começou a correr em 1999, e desde 2002 é consultor de corrida. A equipe Renato Maia Treinamento Individualizado começou no ano de 2013 com aproximadamente 15 pessoas, hoje o grupo já alcançou uma média de 100 pessoas diretamente envolvidas. A equipe é bem ativa, trabalhando desde os atletas iniciantes, até os mais competitivos. Em 2016 a equipe foi campeã geral do Circuito de Corridas da Associação dos Veteranos de Atletismo da Bahia (Avab).

    Em entrevista ao portal FOLHA DO ESTADO, Renato Maia falou sobre as provas de ruas disputadas na capital e no interior. “Hoje não tem muita diferença entre as corridas, tanto na capital como no interior, a corrida de rua cresceu muito, tanto na quantidade de provas como na qualidade da organização dos eventos. Há 15 anos, era bem diferente quase que não existia chip, cronometragem eletrônica, sem falar que a premiação para os profissionais também melhorou muito. Em contrapartida a esse crescimento em qualidade e quantidade o nível técnico caiu bastante, nessa época tínhamos mais atletas de qualidade as provas tinham menos gente, mas eram mais disputadas”, pontuou.

     

     

    Visando conquistar o pódio da Primeira Meia Maratona União Médica, Renato Maia trará para Feira de Santana sua principal estrela, a atleta Ediane Pires. A atleta começou a treinar na equipe em janeiro de 2016, e logo mostrou seu grande potencial no atletismo. Ediane Pires já corria, porém não de forma competitiva. Ediane Pires, 32 anos, é estudante de nutrição corre ainda como amadora, mas em um ano teve uma grande evolução apesar de ter vencido algumas provas menores, os principais resultados foram a quinta colocação geral na Meia Farol a Farol, primeira atleta amadora na Meia Golden Run, em Brasília, e a quarta colocação geral na duríssima Maratona de Recife.

    No dia 23 de abril a atleta disputou a Meia Maratona Tiradentes em Juazeiro, chegando entre as 10 primeiras no geral e sagrou-se campeã na faixa etária. Ediane espera fazer uma grande prova em Feira, para logo depois disputar a Maratona de Porto Alegre no dia 11 de junho, e a Maratona do Rio de Janeiro, no dia 18 de junho, onde espera baixar o tempo e ser pódio mais uma vez. “Estamos bastante ansiosos com relação a Meia Maratona de Feira, pois sabemos que as provas que vêm sendo realizadas na Princesa do Sertão tem sido bem organizadas e disputadas. Por isso, estamos trabalhando forte para fazer bonito e conquistar o pódio, porém esse evento também vai servir de preparação para as provas futuras que iremos participar juntamente com meus companheiros de equipe”, disse Ediane.

    Ainda com relação a equipe Renato Maia, os treinos são realizados três vezes na semana, cada atleta recebe uma planilha individualizada para os outros dias. Assim como os outros esportes o atletismo passa pelas mesmas dificuldades no que tange apoio. Segundo Renato Maia esse é um dos principais vetores que acabam frustrando os sonhos de muitos atletas. “A maior luta e dificuldade é conseguir apoio para alguns atletas que ajudo e que sei que dispõe de grande potencial, com é o caso Silvia Leticia da cidade de Pojuca, Moacir de Jesus de Camaçari. Além de duas revelações que ainda não completaram 20 anos, que são o Nicolas e William, muitos atletas jovens não dão continuidade por falta de incentivo”, ressaltou.

    "Porém, antes de fazer parte de qualquer grupo de corrida é necessário o integrante passar por uma avaliação medica prévia, principalmente se for uma pessoa sedentária. Observar vestuário, tênis apropriado e um profissional qualificado", finalizou, Maia.



  • Já tem muita gente treinando seguro para encarar esse desafio

    A primeira maratona de Feira União Médica vai fazer história no atletismo da Princesa do Sertão
    29.04.2017 16h29m
    Recomendar



  • Já estamos em contagem regressiva para a corrida mais tradicional de Feira de Santana.

    Garanta logo sua inscrição antes da virada de preço dia 05 maio.
    29.04.2017 07h26m
    Recomendar



  • Dicas de como equilibrar a alimentação para evitar dores e lesões durante os treinos

    Fisioterapeuta Leonardo Machado fala sobre o assunto para corredores
    31.03.2017 22h39m
    Recomendar
    Dicas de como equilibrar a alimentação para evitar dores e lesões durante os treinos

    Basta um bom par de tênis, conhecer os limites do próprio corpo e começar com pequenas caminhadas que logo se tornarão mais apressadas para tornar-se um atleta de corrida. Mas apesar de ser um esporte tão democrático, as pessoas que correm precisam ter em mente uma espécie de mantra: uma boa alimentação, indicada por um nutricionista que possa equilibrar gastos diários com treinos e atividades cotidianas de cada um, será um grande diferencial no rendimento individual.

    Para tanto, existe um esforço coletivo entre médicos, fisioterapeutas e especialistas em esportes e nutrição para que os indivíduos pratiquem exercícios físicos e se alimentem de forma correta. E tal junção – exercícios e alimentação equilibrada – não é importante apenas para aqueles que são esportistas profissionais. Esse equilíbrio é uma importante ferramenta para a melhora da qualidade de vida de todas as pessoas.

     

    Mas como conquistar essa equação? O fisioterapeuta Leonardo Machado explica que corredores precisam de uma alimentação que favoreça o equilíbrio do gasto energético com a prática do esporte, uma vez que esse gasto vai interferir diretamente na recuperação mais adequada depois de cada treino, auxiliando na prevenção de lesões e em um melhor desempenho do corredor no dia a dia.

    “Os esportes, de uma maneira geral, utilizam diferentes sistemas de energia dentro do corpo. Um corredor de curta distância, como Usain Bolt, por exemplo, utilizará caminhos diferentes de um atleta de longa distância, como um maratonista. E os sistemas de energia desses dois atletas que têm o mesmo esporte, mas praticam de formas diferentes, também vão agir de forma diferente. Ou seja, a medida em que a distância percorrida por cada um aumentar o metabolismo aeróbico de acordo com o seu esforço, a utilização de reservas de glicogênio e oxidação de gordura para obtenção de energia vai acompanhar essa demanda.”, explica o fisioterapeuta responsável pela criação do conceito SIN, que tem como pilares essa integração entre diferentes profissionais para o paciente ser cuidado de forma global, sendo, neste caso, o nutricionista uma peça chave para a recuperação e uma saúde plena de quem pratica corridas.

    Confira mais algumas dicas importantes para quem quer correr mantendo uma alimentação equilibrada com as necessidades:

    1. A utilização de carboidratos por atletas de corrida. A ciência, inclusive, mostra que as dietas ricas em carboidratos aumentam a resistência e a capacidade de corredores de longas distâncias. Não é a toa que os etíopes são exímios corredores, já que têm sua alimentação composta por 75% de carboidratos, essenciais para os que percorrem longas distâncias, como meia maratona e maratona. Mas é exatamente na falta de informação adequada e correta que pode estar o perigo: assim como as gorduras, nem todo carboidrato é bom. “A ingestão é recomendada, mas de carboidratos de qualidade e saudáveis para um melhor aproveitamento como, como aveia, batata doce, quinoa. Ou seja, carboidratos que não gerem picos de glicemia e que sejam degradadas de forma mais lenta pelo organismo. Atletas que não consomem os carboidratos corretos e não mantêm sua balança energética com os macronutrientes bem equilibrada, sofre no período de aumento da intensidade do treinamento uma queda no sistema imunológico, e são mais vulneráveis as infecções.”, alerta Leonardo.

     

    2. O consumo de proteínas e gorduras, os chamados macronutrientes. A proteína tem a função de preservar a massa magra, que é fundamental para a recuperação e a manutenção de força para corredores, para que as perdas sejam minimizadas em função do alto gasto energético. Já a gordura é outro macronutriente importante, principalmente para manter a função hormonal inalterada, por ter alta densidade energética e ser extremamente importante para longas distâncias.

     

    3. A ingestão dos micronutrientes - cálcio, sódio, potássio, magnésio etc. Eles atuam na regulação das atividades hormonais, melhoram o transporte de oxigênio para as estruturas, e interferem diretamente sobre a qualidade do sono e recuperação do atleta. É importante alertar, também que, diferentemente do que muitos pensam, a ingestão de multivitamínicos em cápsulas não compensa uma dieta inadequada.

     

    4. Vegetais, como espinafre e rúcula, que possuem nitratos, elevam a concentração plasmática, sendo convertido em óxido nítrico, que fazem com que uma maior quantidade de oxigênio chegue aos músculos. Isso será percebido pelo atleta em seguida, já que vai melhorar a questão da fadiga muscular, fazendo com que demore mais tempo para ocorrer.

     

    5. Alguns alimentos podem, inclusive, aumentar os níveis inflamatórios e desenvolver uma disbiose intestinal, problemas que podem favorecer vários fenômenos que vão impactar diretamente sobre o aumento de lesões e, consequentemente, na queda do desempenho.

    Para entender melhor do que se trata, é preciso pensar, em linhas gerais, na proporção correta de cada alimento, alinhada a um treinamento adequado, assistido por profissionais das áreas médica, de nutrição, de fisioterapia e especialistas em esportes. Com tais medidas, é possível garantir que corredores de todos os níveis terão mais saúde, bem-estar, disposição e poderão usufruir de todos os benefícios proporcionados pelo esporte mais democrático de todos. 

     

    Texto: Priscila Correia Exclusiva - Agência de Conteúdo



  • Melhores momentos da Corrida TPM 2017


    20.03.2017 17h34m
    Recomendar



  • Confira fotos da Corrida TPM 2017

    Álbum 02
    17.03.2017 18h15m
    Recomendar



    Confira as fotos »


  • Confira fotos da Corrida TPM 2017

    Álbum 01
    17.03.2017 15h16m
    Recomendar



    Confira as fotos »


  • Resultado da Corrida TPM 2017

    Confira a colocação e o tempo das 40 primeiras colocadas
    14.03.2017 11h55m
    Recomendar

    Clique na foto



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia